Eu sou um fracasso

Todas as manhãs, pessoas se levantam, olham para o teto e lamentam o fato de ter acordado. A partir desse momento, as próximas horas serão preenchidas com uma forte sensação de “O que eu estou fazendo aqui?”. Não importa quantos trabalhos sejam entregues, títulos conquistados ou elogios recebidos, o sentimento de fracasso está sempre presente. Por quê?

1 – Não estou fazendo nada

Pode ser que eu passe o dia deitado ou trabalhando igual um louco, isso é irrelevante. No final do dia, ao olhar no espelho,sempre surge o pensamento de não ter feito absolutamente nada. A questão é: o que é significa fazer alguma coisa? Só nos sentimos produtivos quando realizamos algo que julgamos importante para nós. Se eu não me interesso pelo que estou fazendo, então não vale nada para mim.

2 – Não tenho tempo/dinheiro para fazer o que gosto

Isso é um problema sério. Às vezes nós simplesmente somos engolidos pela rotina e pela vida em si, e não conseguimos fazer o que importa para nós. No fim das contas a única solução é fazer algum sacrifício. Descanso? Saída com os amigos? Redes sociais? Televisão? Alguma coisa (ou mais de uma) dessas coisas vai ter que ir embora. Para a felicidade e o sucesso serem alimentados os vícios precisam morrer de fome.

3 – Não sinto vontade de fazer nada

Quase ninguém sente. A dura verdade é que se você for esperar a vontade aparecer, não vai sair do sofá nunca. Quando esse desânimo bater, reflita: Será que vale a pena ir dormir se sentindo um inútil desprezível só para satisfazer um momento de preguiça?

4 – Não tenho nenhum talento

Caso pesquise a vida de qualquer pessoa que tenha feito algo de relevante não espere se deparar com glamour ou facilidades. Pelo contrário, sempre haverão frases como “Passava a noite acordado”, “Praticava seis horas por dia” ou “Trabalhei durante dez anos nisso”. Mesmo os grandes gênios precisavam de muito tempo e paciência para terminar suas obras. Será que o seu problema é falta de talento ou falta de perseverança?

5 – Não tenho mais idade para isso

Não tem mais idade para que? Para ser feliz? Para fazer o que te agrada? Se dedicar a algo que alivia sua alma é algo independente de idade. Pare com isso.

6 – Não sei por onde começar

A melhor maneira de começar qualquer atividade é com orientação de profissionais, de pessoas que sabem o que estão fazendo. Se possível, professores ou academias. Se não, as maravilhas da internet (por experiência própria, não recomendo auto-didatismo para ninguém, mas se for necessário sempre pesquise bastante).

Por fim, nunca se esqueça do respeito próprio. Não importa o quanto tenha conquistado (ou não), se não se respeitar nada nunca estará bom o bastante.

 

2 comentários em “Eu sou um fracasso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s