10 Metas para 2018

17 coisas que aprendi em 2017 (1)

Chegou a hora das metas!!! Acho importante fazer esse tipo de lista sempre que inicia o ano. Colocar no papel (ou no blog) torna tudo mais real, porque meio que você  estabelece um compromisso. Sei que muitos canais do Youtube e outros blogs contém informações para você fazer listas bem mais detalhadas. Porém, acho que ficaria um post muito extenso, e também não sei se conseguiria cumprir tudo. Por isso, as metas aqui listadas são simples, mais relacionadas a comportamento do que a questões de consumo, porque acho mais fácil de cumprir (e de listar também).

1- Fazer um trabalho voluntário. Ás vezes focamos tanto em nossos próprios problemas que esquecemos que outros também precisam de ajuda.

2- Me dedicar mais ao inglês. Não sou fluente nesse idioma, e também nunca fiz um curso específico, mas sei que ele é essencial para minha carreira e vida acadêmica.

3- Aprender sobre finanças e conseguir aplicar esse conhecimento.

vem-ai-365-novas-oportunidades

4- Aproveitar as oportunidades que surgirem. Sou meio medrosa, por isso já perdi a chance de passar por experiências bem legais. Já consegui melhorar isso em 2017 e quero continuar me permitindo mais em 2018.

5- Ser mais vaidosa. Não deixar a falta de tempo ou desânimo me impedir de cuidar de mim.

6- Dizer não mais vezes. Quero aproveitar sim as oportunidades, mas quero dizer não quando algo (ou alguém) me desagradar. Afinal, não sou obrigada.

7- Voltar a andar normalmente. Eu (Camila) tenho um problema do joelho e sofri uma luxação em outubro. O processo de recuperação é meio lento, mas sei que fazendo os exercícios certos e me vigiando, consigo voltar a me locomover normalmente.

8- Comer mais frutas e verduras. Ter uma alimentação mais saudável é sempre bom.

9- Ter uma horta. Aqui em casa tem um quintal bem legal onde quero plantar várias plantinhas. Esse é um projeto antigo que preciso fazer sair do papel.

planner_geralda_janeiro2017_capa_post
Fonte: Jeniffer Geraldine

10- Ser mais organizada. Para conseguir conciliar esse blog, com os estudos, com vida social, com atividade física etc., vamos precisar manter um planejamento muito bom. Esse vai ser nosso desafio.

Vale lembrar que você deve verificar sempre sua lista para não esquecer quais eram os seus objetivos… Além disso, aprendi que ás vezes passamos por experiências que fazem nossos planos mudarem. Então se prenda a lista até quando for possível, caso contrário, mude o plano. Não seja tão metódico assim.

10 livros para ler em 2018

17 coisas que aprendi em 2017 (3)

É sempre bom ler mais… Então fizemos uma listinha de livros que gostariamos de ler em 2018. É meio que um desafio pessoal… Olhem só:

Livros para ler em 2018

1- 1984, George Orwell (Saraiva, R$28,71). Gosto de ficções que te ajudam a ter uma perspectiva melhor do cenário que vivemos;

2- Guia do Mochileiro das Galáxias, Douglas Adams. (Saraiva, R$ 17,91). Esse livro mistura ficção científica, comédia e uma boa pitada de crítica política. Costumo gostar muito de sátiras, por isso esse livro parece bem interessante de ler.

3- Gabriela, Cravo e Canela, Jorge Amado. (Saraiva, R$ 20,61). Geralmente Jorge Amado é um bom autor para quem não tem costume de ler literatura clássica. Já li seus livros, mas nunca Gabriela.

4- O Príncipe, Nicolau Maquiavel. (Amazon, R$ 15,50). Gosto do que o autor fala sobre a natureza humana, tanto relacionado ao poder quanto aos relacionamentos interpessoais. Aparentemente, ele fala umas verdades bem duras, dessas que tentamos negar.

5- O Festim dos Corvos, As Crônicas de Gelo e Fogo – Livro 4, George R.R. Martin. (Saraiva, R$ 32,31). Já li os três primeiros livros da série e quero concluí-la logo.

livros-para-ler-em-2018-1.jpg

1- Extraordinário, R.J. Palacio. (Saraiva, R$ 21,51). Esse livro já estava na minha Wishlist de Natal, e apesar de não ter ganhado, a vontade de ler continua. A história parece muito cativante e cheia de frases de efeito.

2- A Sutil Arte de Ligar o Foda-se, Mark Manson. (Amazon, R$ 21,00). O título chamou muita a minha atenção. Além disso gostei da proposta do livro, que parece ir na contra-mão desse movimento de auto-ajuda e positividade sempre. Ás vezes precisamos simplesmente deixar as coisas para lá mesmo.

3- O Poder do Hábito, Charles Duhigg. (Amazon, R$ 31,41). Esse livro já estava na minha lista de leitura, mas não consegui parar para ler. Aparentemente, ele te ajuda a entender suas atitudes e como tornar algo habitual para você.

4- O Mundo de Sofia, Jostein Gaarden. (Amazon, R$ 31,41). Minha irmã já leu esse livro e já até indicou aqui no blog, e mesmo assim eu nunca li, mas sei que ele é repleto de lições e reflexões sobre a vida e a filosofia.

5- Cristianismo Puro e Simples, C.S. Lewis. (Amazon, R$ 31,90). Há algum tempo eu comecei a ler esse li livro e parei. Não me lembro o motivo agora, mas acho que é porque não estava tendo tempo para conseguir digerir a mensagem do livro, entendem? O livro reúne uma série de palestras ministradas por C.S. Lewis na rádio, durante a Segunda Guerra, com mensagens de paz e esperança e, claro, falando de Deus.

Como você deve ter percebido, não são livros novos, mas acreditamos que todos irão, de alguma forma, contribuir para o nosso crescimento pessoal e intelectual.

Faça a sua lista de leitura também! É uma boa forma para se planejar e não desviar dos livros que você realmente gostaria de ler…

17 coisas que aprendi em 2017

17 coisas que aprendi em 2017

E o ano já está acabando… Passou voando! Já estamos naquela fase de refletir sobre tudo que aconteceu nas nossas vida em 2017, ou seja, fazer aquela famosa retrospectiva, não apenas de momentos bons e ruins que passaram, mas também de ensinamentos que ficaram e que devemos levar para 2018. Por isso, elaboramos uma listinha com as 17 coisas que aprendemos em 2017 e compartilhamos aqui com vocês.

1- Preste mais atenção nas suas aulas, você vai se arrepender depois por não ter feito isso.

2- Cuide da sua saúde. Não espere os problemas piorarem para procurar ajuda. Caso não tenha problema nenhum, invista para continuar assim.

3- Não tenha medo de viajar, ou fazer alguma outra atividade, sozinha. Essa é uma experiência pela qual todas deveriam passar!

4- Não se restrinja a escutar apenas as versões oficiais das coisas/fatos. Ás vezes tudo funciona de um jeito bem diferente do que você pensa. Então estude.

5- Encare de uma vez os problemas que você tem com um relacionamento ruim, seja ele de que tipo for. Fazer de conta que está tudo bem, ou empurrar com a barriga, não vai adiantar nada, podendo inclusive piorar a situação, transformando-a numa bomba para explodir mais tarde. Então esclareça logo o que for preciso.

6- Se você acha que sabe tudo sobre algum assunto, tenha cuidado! A sensação de que você não tem mais nada a aprender sobre algo, em geral, indica que seu conhecimento é raso ou inexistente.

cofre

7- Aprenda a controlar suas finanças. Não fiz dívidas, nem nada disso, mas quando olho para trás percebo que muitas vezes investi meu dinheiro em coisas desnecessárias. Não quero fazer isso novamente.

8- Interagir com as pessoas de vez em quando pode ser bom. Não seja tão antissocial.

9- Lute por aquilo que você deseja. Nada cai do céu: nem dinheiro, nem amigos, nem amor, nem habilidades. Você precisa se mexer para isso.

10- Faça algo diferente. Faça atividades que não tenham relação com seu trabalho ou faculdade. Algo que não tenha necessariamente um retorno. Nós, por exemplo, entramos para um coral esse ano e está sendo uma experiência bem legal!

11- Faça do jeito que você pode, com aquilo que você tem. Vi essa frase antes de criar o blog e isso me motivou a finalmente criá-lo. Antes ficava pensando em mil coisas que deveríamos ter para manter um blog, mas depois entendi que o primeiro passo é o mais importante. Damos o nosso melhor com aquilo que temos hoje.

12- Não seja um procrastinador. Adiar não vai resolver nada, então resolva suas tarefas/problemas de uma vez.

13- Não crie expectativas com nada nem ninguém. Essa não é exatamente uma novidade, mas nesse ano sofri muitas decepções com atitudes inesperadas de pessoas que eu admirava. Isso me fez pensar que não devemos esperar muito dos outros.

14- Não espere a aprovação dos outros. Você não pode adivinhar o que as pessoas estão pensando. O fato de que alguém não tenha elogiado você ou seu trabalho não significa que ela não goste de você ou não concorde com o que você fez.

15- Não tome decisões baseado nas opiniões dos outros. Nem sempre as experiências que o outro usa como justificativa para a opinião dele são úteis para sua vida.

plano

16- Quando Deus fecha uma porta, Ele abre uma janela. Foram muitas as vezes em que eu fiquei apreensiva com relação ao futuro e acabava deixando de lado o fato de que Deus nunca me abandonou.  No final deu tudo certo!

17- Opiniões mudam, tanto as suas quanto as dos outros. Você não vai ficar com a mesma visão de mundo até o fim da sua vida.

E que venha mais um ano cheio de lições para ensinar! Vem 2018!

Eu odeio o Natal

17 coisas que aprendi em 2017 (2)

Acredito que, assim como eu, muitas pessoas ficam apreensivas (ou desesperadas ou enfurecidas) com a chegada das festas de fim de ano, principalmente por causa do Natal. Daí você me pergunta: Mas por quê? Bem, aqui vão alguns dos meus motivos:

1- A festa em si. Os preparativos para a ceia são desgastantes! Você tem que arrumar tudo: roupa, cabelo, comida, presentes… Não podemos simplesmente sentar na mesa e comer? Isso sem falar nas pessoas degradáveis.

2- Fingir que está tudo bem. Pessoas intrometidas e inconvenientes são as piores pessoas. Se fizer parte da família então, pior ainda. Para suportar, ou você surta e quebra o barraco, ou abstrai e finge demência e faz o falso mesmo. É difícil.

3- Clima de falsa felicidade. O sentido do Natal (o nascimento de Cristo) se perdeu. Hoje a data é mais ligada ao consumismo e a esse clima de auto-ajuda coletivo onde somos bons e caridosos apenas nessa época. Além disso, você TEM QUE ESTAR FELIZ e TEM QUE PARTICIPAR DA FESTA.

Muito mais do que reclamações, quero que os itens listados acima sejam pontos úteis para a reflexão. Afinal, para quê serve o Natal? Para comer? Para enfrentar pessoas indesejadas? Para tirar fotos? Para encarar filas em todo o lugar? Para participar de tudo quanto é amigo secreto? Você sabia que nessas datas nas quais as famílias se reúnem são registrados mais atendimentos em hospitais em decorrência de brigas e agressões? Pense nisso…

Jesus meu Salvador.
Fonte: Pinterest

A mensagem original, que deveria ser comemorada no Natal, é a data simbólica do nascimento de Jesus Cristo, o Filho de Deus e Príncipe da Paz. Mas acho que faz tempo que Ele não faz mais parte da festa… Mesmo que você não acredite nisso, em Deus, creio que compartilha da opinião de que seria bom ter um Natal onde fosse possível  aprofundar e melhorar as suas relações familiares, e não apenas comer ou comprar presentes.

Por isso, se eu puder te dar um conselho, não odeie o Natal, e sim a forma como as pessoas comemoram essa data. O ser humano sempre é raiz de todos os problemas.

Apesar de tudo, te desejo força para mais um Natal, e que Jesus possa compartilhar com você toda a paz e serenidade necessárias para encarar todos os desafios que vêm pela frente…

Feliz Natal!

Mensagens de Natal e Frases Natalinas para o Facebook!
Fonte: Pinterest

Wishlist de Natal – Vamos Sonhar!

1. Read more books2. Get a new hobby3. Try rock climbing4. Be more creative (1)

Bem, o Natal está chegando e com essa data vem a ideia de presentes… Eis aqui uma lista do que nós gostaríamos de ganhar do Papai Noel, se fosse possível né… Sonhem com a gente!

Wishlist de Natal (2)

1- Esse foi um ano de muitas experiências para mim. Finalizei ciclos e iniciei outros. E quanto mais o tempo passa, mais consciência eu tenho de como devo cuidar da minha saúde emocional. Ser mais resiliente é um desafio e um processo. Se fosse possível tê-lo de uma vez só, gostaria de ganhar de presente.

2- O livro Extraordinário (R$ 21,51) foi lançando há um tempinho (2013) e sempre li resenhas positivas sobre ele, sempre relatando sobre a mensagem inspiradora por trás da história. Depois que vi o trailer do filme baseado nesse livro, fiquei com muito mais vontade ler!

3- Se é para falar de sonhos de consumo, vamos sonhar minha gente! Vi que muitas blogueiras receberam o Calendário do Advento da L’occitane e fiquei apaixonada!!! É uma espécie de livro que contém 24 janelinhas, cada uma equivale a um dia de dezembro até o Natal. Em cada janelinha tem uma miniatura de um produto da marca. É como se todo dia você ganhasse um presente diferente! O preço? 600 reias!!!! Morta estou.

4- Assisti vários vídeos do canal de Youtube da Laína nos quais ela visitava vários restaurantes diferentes e mostrava algumas opções do cardápio, preço etc. Ficava babando na frente do computador! Tinha vontade de ir em todos! Mas se eu pudesse ir em algum, iria no La Guapa Empanadas Artesanais e Café, da chef Paola Carossela, jurada do MasterChef Brasil. Os preços até cabem no bolso, o problema é que fica em São Paulo, e eu moro na Bahia…

5- Falando em viagens, esse ano eu tive a oportunidade de visitar Curitiba para participar de um congresso, mas sinto que ainda há muito da cidade para conhecer. Se eu pudesse voltaria lá, porque a cidade é linda e cheia de atrações turísticas! Quem sabe um dia…

Wishlist de Natal (1)

1- Eu gostaria de saber como investir meu dinheiro corretamente, para fazer render meus minguados recursos… Esse tipo de instrução seria um ótimo presente de natal!

2-Gostaria de disciplina para conseguir cumprir as minhas metas, principalmente em relação aos estudos…

3- Seria uma verdadeira benção ser presenteada com a capacidade de conseguir ler pelo menos um livro por mês! Me ensinem!

4- Uma viagem de intercâmbio seria um sonho! Passar pelo menos um semestre em um país diferente para aprimorar meu conhecimento e expandir a minha mente!

5- Celular One Plus 5T. Queria muito trocar de celular, já que a bateria do meu não está aguentando muita coisa. Esse celular é chinês, bem moderno, mas ainda não é vendido no Brasil. Pela importadora ele custa R$1883, 24.

Não está satisfeito com a vida? é hora de mudar!

1. Read more books2. Get a new hobby3. Try rock climbing4. Be more creative

O fim do ano é uma época bem propícia para surgir um turbilhão de questionamentos sobre o que temos feito da vida. Você tem aquela sensação de que não fez o que deveria ter feito, não está onde deveria estar e não é o que deveria ser. Já vi reportagem indicando que essa é uma época bastante estressante para muitas pessoas, por motivos que vão desde traumas até a loucura do consumismo… Enfim…

viajante

Então está na hora de pensar no que exatamente está te deixando insatisfeito. Esse desejo por mudança é fruto de um anseio enorme de fugir do passado e recomeçar do zero? Ou você realmente tem metas e sonhos definidos que estão muito distantes? Faço essa pergunta porque tratam-se de casos diferentes…

Se seu desejo é fugir do passado, preciso avisar-lhe que a vida não é um jogo de video-game que pode ser zerado para depois você simplesmente começar outra história independente. A sua história constrói quem você é, pois ela é contínua, é impossível deixá-la para trás sem negar a si mesmo. Maaaaas, se você deseja um futuro diferente do que tem agora, precisa se mexer e mudar as suas atitudes. Afinal, nada cai do céu.

sonhos-e-metas

Agora, se você tem sonhos definidos e sabe que está distante deles, está na hora de tomar coragem e agir!!! Você já sabe o que quer, e na minha opinião essa parte mais difícil, então você precisa traçar um plano, uma estratégia, para conseguir alcançar seus objetivos. Como algumas coisas levam tempo, é preciso uma atitude hoje para colher os frutos amanhã.

Sei que mudanças não são fáceis. Muitas vezes temos que enfrentar conflitos internos e externos para fazê-las. Então tenha paciência e seja resiliente, e tenha em mente que se você não der o primeiro passo, nunca vai ter a vida que gostaria de ter.